segunda-feira, 27 de junho de 2011

«O Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça»



Santo Afonso Maria de Ligório (1696-1787), bispo e doutor da Igreja
8º Discurso para a novena de Natal


Deus é a Sua própria riqueza, porque é o bem infinito. [...]
Este Deus tão rico fez-Se pobre ao tornar-Se homem,
a fim de nos enriquecer a nós, miseráveis pecadores.
É o ensinamento muito claro do apóstolo Paulo: «De tão rico que era,
Jesus tornou-Se pobre para vos tornar ricos pela Sua pobreza»(2Co 8,9).
Como?! Um Deus [...] chegar ao ponto de Se tornar pobre? Com que intenção?
Tentemos compreendê-la.

Os bens terrenos não passam de terra e lama;
mas esta lama cega de tal modo os homens,
que eles deixam de discernir os verdadeiros bens.
Antes da vinda de Jesus Cristo,
o mundo estava repleto de trevas, porque cheio de pecados:
«Toda a carne havia pervertido a sua conduta» (Gn 6,12).
Ou seja: os homens tinham obscurecido em si
a lei natural gravada no seu espírito por Deus;
viviam como animais,
preocupados apenas em obter prazeres e bens terrenos,
e totalmente indiferentes aos bens eternos.
Foi por um efeito da misericórdia divina
que o Filho de Deus veio dissipar essas profundas trevas:
«Sobre aqueles que habitavam a região da sombra da morte,
uma luz resplandeceu» (Is 9,1). [...]

Mas este divino mestre quis instruir-nos não apenas pela palavra
mas também, e sobretudo, pelos exemplos da Sua vida.
«A pobreza», afirma São Bernardo,
«estava ausente do céu; encontrava-se apenas na Terra.
Infelizmente o homem não conhecia o seu preço e, à partida, não a procurava.
Para torná-la preciosa aos nossos olhos e digna de todos os nossos desejos,
que fez o Filho de Deus?
Desceu do céu à Terra e escolheu-a como companheira de toda a Sua vida.»

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Vc sabe com quem está falando? (Mario Sergio Cortella)

video

João Batista - «Ele é que deve crescer, e eu diminuir» (Jo 3,30)



Santo Agostinho (354-430), bispo de Hipona (Norte de África) e doutor da Igreja
Sermão 289, 3º para a Natividade de João Baptista

O maior dos homens foi enviado para dar testemunho
d'Aquele que era mais que um homem.
Com efeito quando aquele que
«é o maior de entre os nascidos de mulher» (cf Mt 11,11) diz:
«Eu não sou o Messias» (Jo 1,20) e se humilha face a Cristo,
temos de entender que há em Cristo mais que um homem. [...]
«Sim, todos nós participamos da Sua plenitude,
recebendo graça sobre graça» (Jo 1,16).
Que quer dizer «todos nós»?
Quer dizer os patriarcas, os profetas e os santos apóstolos,
aqueles que precederam a Incarnação
ou que foram enviados depois pelo próprio Verbo incarnado,
«todos nós participamos da Sua plenitude».
Nós somos recipientes, ele é a fonte.
Portanto [...], João é homem, Cristo é Deus:
é preciso que o homem se humilhe, para que Deus seja exaltado.

Foi para ensinar o homem a humilhar-se que João nasceu
no dia a partir do qual os dias começam a decrescer;
para nos mostrar que Deus deve ser exaltado,
Jesus Cristo nasceu no dia em que os dias começam a aumentar.
Há aqui um ensinamento profundamente misterioso.
Nós celebramos a natividade de João como celebramos a de Cristo,
porque essa natividade está cheia de mistério.
De que mistério? Do mistério da nossa grandeza.
Diminuamo-nos em nós próprios para podermos crescer em Deus;
humilhemo-nos na nossa baixeza, para sermos exaltados na Sua grandeza.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Jornada Mundial da Juventude 2011

Salta Più Alto (Raf)



Come il battere del cuore
è un linguaggio universale
che vive dentro te
non ti lascia mai...
è nel codice del DNA

e risponde a un tempo in quattro quarti
quando cadi giù
quando la vita è un sasso
con un salto puoi recuperare il passo
lasciala fluire l'energia del suono che non posso
che non posso che non posso... fermare

 Salta più alto prendi il tempo
Salta più alto dammi il tempo
non fermarmi non fermarti mai
vedrai (salta più alto) vedrai (prendi il tempo)
se vedrai dentro te
(salta più alto) sarai (prendi il tempo)
sali consapevole

 Saltano le regole, saltano i confini
saltano i bambini su giocattoli esplosivi
saltano il pasto, saltano la corda
fanno scarpe per saltare
salta la centrale nucleare
salta Mururoa a 50 anni da Hiroshima
salta la rima
saltano gli atleti gli ostacoli le corse le borse i governi i nervi
saltano gli schemi i sistemi le vocali
gli articoli della costituzione gli ideali
salta l'astronauta sulla luna
il giradipitischi in una rana una danza africana
salta se ne hai voglia
salta salta adesso questo è il nostro mondo

 Salta più alto dammi il tempo
Salta più alto prendi il tempo
non ne lasciarlo non ne lasciarlo mai
vedrai (salta più alto) vedrai (prendi il tempo)
se vedrai dentro te
(salta più alto) sarai (prendi il tempo) salti consapevole

Salta più alto prendi il tempo
Salta più alto dammi il tempo

Verbum panis factum est


Prima del tempo,
prima ancora che la terra cominciasse a vivere,
il Verbo era presso Dio.
Venne nel mondo,
e per non abbandonarci in questo viaggio ci lasciò
tutto sé stesso come pane.

Verbum caro factum est. Verbum panis factum est.
Verbum caro factum est. Verbum panis factum est.

Qui spezzi ancora il pane in mezzo a noi
e chiunque mangerà non avrà più fame.
Qui vive la tua Chiesa intorno a te,
dove ognuno troverà la sua vera casa.
Verbum caro factum est, verbum panis factum est
Verbum caro factum est, verbum panis.

Prima del tempo,
quando l’universo fu creato dall’oscurità,
il Verbo era presso Dio.
Venne nel mondo,
nella sua misericordia Dio ha mandato il Figlio suo
tutto se stesso come pane.

Verbum caro factum est. Verbum panis factum est.
Verbum caro factum est. Verbum panis factum est.

Qui spezzi ancora il pane in mezzo a noi
e chiunque mangerà non avrà più fame.
Qui vive la tua Chiesa intorno a te,
dove ognuno troverà la sua vera casa.
Verbum caro factum est, verbum panis factum est
Verbum caro factum est, verbum panis.

«Vós sois a luz do mundo»


São Cromácio de Aquileia (? - 407), Bispo
Tratado 5 sobre São Mateus, 1.3-4: CCL 9405-406.407

 
Diz São João na sua epístola: «Deus é luz» (1Jo 1,5);
aquele que permanece em Deus está na luz, como Ele próprio está na luz.
Uma vez que temos a alegria de estar livres das trevas e do erro,
devemos caminhar sempre na luz, como verdadeiros filhos da luz. [...]
É por isso que o Apóstolo diz: «Brilhais como astros no mundo.
Conservai a palavra da vida.» (Fl 2,15-16).
Se não o fizermos, dir-se-á que,
pela nossa infidelidade, para nossa desgraça e dos outros,
obscurecemos e cobrimos com um véu
uma luz tão necessária e benfazeja. [...]

Por isso, essa lâmpada brilhante que foi acesa para a nossa salvação
deve luzir em nós sem parar.
Com efeito, possuímos a luz da lei celeste e da graça espiritual
sobre a qual David disse: «A Tua palavra é farol para os meus passos
e luz para os meus caminhos» (Sl 118,105). [...]
Não podemos, pois, esconder dos nossos olhos essa luz da lei e da fé,
mas elevá-la na Igreja como um candelabro,
para que gozemos realmente da luz da Verdade
e para que todos os crentes sejam por ela iluminados.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Om bhagavaan


Om bhagavaan! Om bhagavaan! Om bhagavaan!
Prabhu PITA bhagavaan!

Om bhagavaan! Om bhagavaan! Om bhagavaan!
Prabhu KRISTA bhagavaan!

Om bhagavaan! Om bhagavaan! Om bhagavaan!
Prabhu AATMAA bhagavaan!