domingo, 23 de novembro de 2014

"O Amor é a tua Lei" (J. Thomaz Filho - Frei A. Fabreti)


Tu és o Rei dos Reis! O Deus do Céu deu-Te o Reino, força e glória
e entregou em tuas mãos a nossa história! Tu és Rei e o Amor é tua Lei!

Sou o primeiro e derradeiro, fui ungindo pelo amor!
Vós sois meu Povo, eu vosso Rei e Senhor Redentor!

Tu és o Rei dos Reis! O Deus do Céu deu-Te o Reino, força e glória
e entregou em tuas mãos a nossa história! Tu és Rei e o Amor é tua Lei!

Vos levarei às grandes fontes, dor e fome não tereis!
Vós sois meu Povo, eu vosso Rei, junto a mim vivereis!

Tu és o Rei dos Reis! O Deus do Céu deu-Te o Reino, força e glória
e entregou em tuas mãos a nossa história! Tu és Rei e o Amor é tua Lei!

Oração em honra do Rei eucarístico, do Papa São João XXIII


Jesus, Rei dos homens e dos séculos, acolhe as homenagens de adoração e de louvor que nós, teus irmãos de adoção, Te dirigimos humildemente. Tu és «o pão de Deus que dá a vida ao mundo» (Jo 6,33), simultaneamente sumo-sacerdote e vítima. Imolaste-Te na cruz pela redenção do gênero humano e hoje, pela mão dos teus sacerdotes, ofereces-Te todos os dias nos altares a fim de instaurares em todos os corações o teu «Reino de santidade e de vida, de justiça e de graça, de amor e de paz» (Prefácio da festa).

Que o teu reino venha a nós, ó Rei da glória! (Sl 23) Do alto do teu «trono da graça» (Hb 4,16), reina no coração das crianças, para que elas conservem sem pecado o lírio imaculado da inocência; reina no coração dos jovens, para que cresçam sãos e puros, dóceis para com aqueles que Te representam no seio da família, da escola e da Igreja. Reina nos lares, para que pais e filhos vivam em harmonia no cumprimento da tua santíssima Lei. Reina na nossa pátria, para que todos os cidadãos, na ordem e na compreensão entre as classes sociais, se sintam filhos do mesmo Pai celeste, chamados a colaborar para o bem temporal de todos, felizes por pertenceram ao único corpo místico de que o teu sacramento é simultaneamente símbolo e fonte inesgotável!

Reina por fim, ó «Rei dos reis e Senhor dos senhores» (Ap 19,16; Dt 10,17), em todas as nações da terra e ilumina os responsáveis de todas elas para que, inspirando-se no teu exemplo, alimentem «desígnios de prosperidade e não de calamidade» (Jer 29,11). Faz com que todos os povos, Jesus eucarístico, Te sirvam em plena liberdade, conscientes de que «servir a Deus é reinar».

(Boletim quotidiano do Ufficio Stampa Vaticana, 24/01/1959)

2014 - Solenidade de Cristo Rei


Eterna imagem do Altíssimo,
sois Deus de Deus, Luz da Luz.
A vós a glória, o poder,
Redentor nosso, Jesus.

Centro e esperança da História,
antes dos tempos, sois vós.
Vós imperais sobre tudo,
reinai também sobre nós.

Da raça humana cabeça,
sois duma Virgem a flor,
pedra que, vindo do monte,
a terra inteira ocupou.

A raça humana,
sujeita a um tirano cruel,
por vós, quebrou as cadeias
e fez-se herdeira do céu.

Legislador, sacerdote,
na veste em sangue trazeis escrito:
“Chefe dos chefes
e Rei supremo dos reis”.

Glória ao Deus Pai, ao Espírito
e a vós, ó Cristo Jesus,
que aos resgatados no sangue
levais ao Reino da luz.

sábado, 22 de novembro de 2014

Os 7 conselhos de Santo Ambrósio para educar bem


1. A educação dos filhos é para adultos dispostos a arriscar uma dedicação que se esquece de si mesmo: serão capazes o marido e a mulher que se amam o suficiente para não mendigar afeto.

2. O bem dos seus filhos será aquele que eles próprios escolherem: não sonhem por eles os seus desejos. Bastará que saibam amar o bem e se guardar do mal, e que tenham horror à mentira.

3. Não pretendam, portanto, definir o futuro deles; tenham confiança neles, mesmo que os surpreendam e pareçam se esquecer de vocês.

4. Não encorajem ingênuos sonhos de grandeza, mas se Deus os chama para algo belo e grande, não sejam vocês a pedra que os impeça de voar.

5. Não tenham a arrogância de tomar decisões no lugar deles, mas os ajudem a entender que é preciso decidir, e não se assustem se aquilo que amam causa cansaço e às vezes faz sofrer: é insuportável uma vida vivida por nada.

6. Mais que seus conselhos, irá ajudá-los a estima que eles têm por vocês e a estima que vocês têm por eles; mais do que mil recomendações sufocantes, irão ajudá-los os gestos que viram em casa: os afetos simples, corretos e expressos com pudor, a estima recíproca, o senso de proporção, o domínio das paixões, o gosto pelas coisas belas e a arte, a força também de sorrir. E todos os discursos sobre caridade não me ensinaram mais do que os gestos da minha mãe, que dava espaço em casa para um mendigo faminto. Não encontro gesto melhor para dizer do orgulho de ser homem, do que quando meu pai tomou a vez para defender um homem acusado injustamente.

7. Que os filhos habitem a vossa casa com aquele saudável bem-estar que traz felicidade e os encoraja justamente a sair de casa, pois se trata de um ambiente de confiança em Deus e do gosto de viver bem.
______________________________________

Santo Ambrósio, bispo de Milão no séc. III
("Sete diálogos com Ambrósio, bispo de Milão”, Milão, Centro Ambrosiano, 1996)

domingo, 9 de novembro de 2014

Ó Pai, somos nós o Povo Eleito que Cristo vei reunir!


Ó PAI, SOMOS NÓS O POVO ELEITO
QUE CRISTO VEIO REUNIR!

Pra viver da sua vida, Aleluia!
O Senhor nos enviou, Aleluia!

Pra ser Igreja peregrina, Aleluia!
O Senhor nos enviou, Aleluia!

Pra ser sinal da Salvação, Aleluia!
O Senhor nos enviou, Aleluia!

Pra anunciar o Evangelho,Aleluia!
O Senhor nos enviou, Aleluia!

Pra servir na unidade, Aleluia!
O Senhor nos enviou, Aleluia!

Pra celebrar a sua glória, Aleluia!
O Senhor nos enviou, Aleluia!

Pra construir um mundo novo, Aleluia!
O Senhor nos enviou, Aleluia!

Pra caminhar na esperança, Aleluia!
O Senhor nos enviou, Aleluia!


quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Jesus, Mestre (B. Tiago Alberione)


Jesus, Mestre:
que eu pense com a tua inteligência, com a tua sabedoria;
que eu ame com o teu coração;
que eu veja com os teus olhos;
que eu fale com a tua língua;
que eu ouça com os teus ouvidos;
que as minhas mãos sejam as tuas;
que os meus pés estejam sobre as tuas pegadas;
que eu reze com as tuas orações;
que eu celebre como tu te imolaste;
que eu esteja em ti e tu em mim.
Amém.